Designers holandeses criam minibus que corre até 250 km/hora

Mistura de carro de luxo e de corrida, o Superbus pode carregar até 23 passageiros com todo conforto e ainda chega na frente dos outros convidados

 Getty Images
Superbus: design holandês prova que é possível transportar 23 passageiros com muito luxo a 250 km/hora

Andar de ônibus está longe de ser um meio de transporte elegante. Mas um time de designers holandeses decidiu provar que é possível carregar muita gente com conforto, luxo e, melhor ainda, rapidez. A equipe da Universidade de Delft construiu um carro que poderia ser o minibus do Batman: com capacidade para 23 passageiros, o Superbus pode alcançar 250 quilômetros por hora. E o melhor, sem poluir a atmosfera.

Com um design aerodinâmico, o carro é construído em fibra de carbono, o que o torna resistente e ao mesmo tempo mais leve. As 12 portas se abrem para cima e o passageiro se acomoda em assentos estofados de couro de primeira qualidade. Na parte traseira, o veículo tem dois pares de rodas que podem girar de maneira independente, que lhe dá mais controle e permite curvas mais fechadas. Em vez de um motor convencional, o Superbus conta com um motor elétrico, carregado por baterias de polímero de lítio.

Reprodução Internet

Superbus tem 15 metros de comprimentos e possui rodas traseiras com giro independente

AFP/EPA/Daily Mail

Em exibição na Exposição Mundial de Transporte em Dubai: protótipo agora está em teste

Reprodução/internet

Luxo por fora e por dentro: o Superbus tem poltronas estofadas que lembram um carro de F-1, airbags, tela individual e internet

Se as credenciais verdes e o design impressionam, basta entrar no carro para que se perceba como os estudantes holandeses não deixaram nada de fora. O Superbus oferece uma tela individual com programação diferenciada para cada passageiro e é equipado com internet, além de airbags.

O conceito do Superbus é de um ônibus, por isso o desafio dos estudantes era criar um veículo que pudesse circular da mesma maneira que fazem os ônibus. A diferença é que ele possui ajuste de altura e do giro nas rodas traseiras, sem falar do formato, claro.

O time de design da universidade inclui o ex-astronauta Wubbo Ockels, que já participou de uma missão a bordo da Challenger, e é comandado por Antonia Terzi, que trabalhou para a equipe de Fórmula 1 BMW-Williams.

O projeto do Superbus surgiu em 2004 e até agora custou US$ 19 milhões. O protótipo foi apresentado na Exposição Mundial da Associação Internacional de Transporte Público, em Dubai. Atualmente ele está sendo testado pelo governo dos Emirados Árabes Unidos e, se aprovado, entrará em circulação como opção de transporte verde. Corre o risco de se tornar mais disputado que os serviços de limusine convencionais.

Assista ao vídeo do Superbus

Fonte: ÉPOCA NEGÓCIOS

About Luiza Melo

Check Also

Maior coleção de whiskys do mundo será leiloada em breve

Quem aprecia um bom whisky vai ficar com os olhos brilhando com essa notícia: a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.